segunda-feira, 28 de maio de 2012

Os últimos dos Dodôs


Reino Animalia
Filo Chordata
Classe Aves
Ordem Columbiformes
Família Raphidae
Gênero Raphus
Espécie Raphus cucullatus

 Os dodôs, Raphus cucullatus, eram aves endêmicas das Ilhas Maurícias (Oceano Índico), desprovidos de predadores naturais. Com testa e rosto pelados, bico em forma de garra e patas robustas, possuíam tamanho relativamente grande (50 cm), e hábito não voador. Eram dóceis, possuíam um andar ligeiramente desajeitado e depositavam um único ovo, uma vez ao ano, no chão. Compartilhavam ancestralidade em comum com os atuais pombos domésticos.

A chegada dos colonizadores portugueses, franceses e ingleses; a partir do século 15, transformou completamente a ilha, marcando de forma definitiva o fim desses animais, por dois fatores. O primeiro porque sua carne passou a ser apreciada por estes indivíduos e, sendo presas fáceis, eram abatidas a pauladas. Segundo, porque com a chegada destes indivíduos, foram introduzidas na região algumas espécies exóticas, como macacos, porcos, cachorros, gatos e ratos, competindo por recursos e, inclusive, se alimentando de ovos e filhotes. Assim, o último exemplar de dodôs foi morto em aproximadamente 1680.

A extinção dessas aves ameaçou a vida de outra espécie: a dodo tree, ou calvária (Sideroxylon grandiflorum). Essa árvore, cujas sementes alimentavam os dodôs, só era germinada após atravessar o trato digestório destes. Nas ilhas que viviam, poucos exemplares restaram. Graças à ciência, descobriu-se que perus poderiam executar este mesmo papel, salvando a planta.

Entretanto, os dodôs não puderam ser salvos, restando deles apenas alguns poucos fósseis.

(Fonte: Brasil Escola)
 
Somos seres racionais e ironicamente as vezes não pensamos nisso.

domingo, 27 de maio de 2012

Toninhas: presentes na Baía

(Matéria da Planeta Terra)
As Toninhas estão presentes na Baía da Babitonga, estudadas pela prof. Marta Cremer/Cremmer e colaboradores/alunos voluntários e bolsistas. Há boatos de que a espécie seja símbolo da Rio+20. Cada vez mais são produzidas ações para sua preservação, estas (projeto Toninhas: http://projetotoninhas.blogspot.com.br/ e a produção desta nova rede) são exemplos.

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Tribo Yawalapiti no Praque Nacional do Xingu

Achei interessante a imagem (retirada no site da VEJA: http://veja.abril.com.br/multimidia/galeria-fotos/cenas-da-tribo-yawalapiti-no-praque-nacional-do-xingu-2012). Gostaria de conhecer a técnica de pesca deles.

Membros da tribo Yawalapiti pegam peixes no Parque Nacional do Xingu - Ueslei Marcelino/Reuters

domingo, 6 de maio de 2012

CEB - Zoologia


Barnes e Rickmann são bons, mas não subestime o CEB - Zoologia! Um bom livro para ter uma base sobre os grupos animais, mesmo sendo antigo. Um biólogo sabendo o que está nele, tem um grande futuro pela frente.

Tirinhas: para pensar