sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

A natureza é uma arte, vai dizer?

Observem bem essa formação rochosa!

E agora, interessante né?

Machu Picchu: fantástico




Juntos com o Greenpeace!

Olá, ciberativista

O crescimento econômico que se anuncia para o Brasil nos próximos anos é usado pelo governo como justificativa para a ampliação do atual sistema de geração de energia, baseado em grandes hidrelétricas e térmicas à óleo, que são essencialmente poluentes, pouco eficientes e caras.

O Brasil é um dos países com maior potencial de geração de energia limpa do mundo. Em nossos relatórios, comprovamos como a energia renovável é mais barata, mais segura e ambientalmente mais correta.

Quem hoje se beneficia com o atual sistema de geração do país, porém, não quer que ele mude. Desde 2009, a Lei de Renováveis (PL 630/03), que prevê incentivos para a geração de energia solar, eólica e biomassa, está engavetada no Congresso.

Em 2011, você está convidado a direcionar suas energias para a aprovação desta lei junto com o Greenpeace. Acompanhe as novidades em nosso site e nas redes sociais. Confira os relatórios. Vamos transformar a energia renovável em realidade.

Ricardo Baitelo

Abraços,


Ricardo Baitelo
Coordenador de campanha energia
Greenpeace Brasil

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Objetivo do Orgasmo Feminino


Que o orgasmo masculino libera os espermatozóides e que estes podem chegar ao "óvulo" e assim nascer um bebê todos sabemos, mas e o orgasmo feminino, qual o seu objetivo?
Atrás dessa resposta, pesquisadores tiveram hipóteses, como em todo estudo e uma delas foi que ao andar ereto as fêmeas perderam um percentual de chance de engravidar pois os óvulos estariam assim acima da vagina, portanto o orgasmos faria com que a ação dos músculos nesse momento, empurrassse o esperma para dentro de si, com o objetivo de garantir sucesso reprodutivo de uma relação sexual, mas não foi muito aceita na época. Mas em base disso e de testes, descobriram que, quando o orgasmo feminino ocorre antes da ejaculação masculina até 45 minutos depois do clímax masculino, a taxa de retenção do esperma pela mulher é alta. No entanto, quando o orgasmo feminino ocorre mais de um minuto antes da ejaculação, a retenção do esperma é baixa. Portanto, a teoria antiga estava correta.
Resumi-se assim, que por meio da manipulação de seus orgasmos, são as mulheres que dão a última palavra quando se trata de seu futuro reprodutivo.

Sexo: arma contra parasitas

A hipótese mais aceita hoje para explicar a evolução do
sexo sustenta que a reprodução sexual ajuda as espécies
a escapar de seus parasitas. A taxa de evolução de uma
bactéria, que vive cerca de 20 minutos, é muito mais
rápida que, por exemplo, a de um ser humano. Assim,
ao longo de nossas vidas, as bactérias têm bastante
tempo para desvendar os segredos do nosso sistema
imunológico, tornando-nos mais suscetíveis a seus
ataques. Se nossa reprodução fosse assexuada, tería mos
filhos, netos e bisnetos geneticamente idênticos
a nós, e cada geração apresentaria menos defesas contra
esses parasitas. A reprodução sexuada nos permi -
te produzir, a cada geração, filhos e filhas genetica -
mente únicos, o que nos dá uma boa ‘dianteira’ na corrida
evolutiva com os parasitas.
Além disso, segundo o biólogo evolucionista britânico
William D. Hamilton (1936-2000) e colaboradores,
a escolha cuidadosa dos parceiros reprodutivos seria
um mecanismo comportamental que permite a seleção
de bons genes contra parasitas. O pavão é um exemplo
emblemático. Pavões machos, na época reprodutiva,
agrupam-se por horas com o único objetivo de exibir
para as fê meas o maravilhoso conjunto de plumas
de suas caudas. Como o pavão macho não ajuda nada
na criação dos filhos, por que as fêmeas perdem tanto
tempo para fazer sua escolha? Segundo Hamilton,
apenas machos com bons genes contra parasitas
têm condição de apresentar plumas gran des, coloridas
e simétri cas. Ao escolher o parceiro pela aparência,
cuidadosamente, as fêmeas esta riam no fundo escolhendo
bons genes para serem transmitidos a seus
filhos. Em humanos, a importância do ta manho, da
saúde e da beleza na escolha dos parceiros é bem
conhecida. Menos conhecido é o motivo evolutivo que
nos induz a fazer essas escolhas!

Texto tirado de uma publicação da Revista Ciência Hoje

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Falhas de Projeto

Enquanto estamos nos desenvolvendo no útero de nossa mãe, adquirimos formas diferentes e características evolucionárias, ambas herdadas de peixes, girinos e etc., até chegarmos ao bebê que conhecemos, isso acontece principalmente pelo processo de evolução que sofremos (desde a água até recentemente). Resumindo, durante o nosso desenvolvimento vamos tendo formas semelhantes a animais que fazem parte de nossa evolução. E junto disso trazemos algumas caracterísicas evolucionárias desses, e que em alguns casos podem trazer males para nós. Exemplo disso são as hérnias e o soluço, herdados dos peixes/tubarões e girinos, respectivamente.
Segue umas imagens que explicam melhor:

Genealogia Humana





Resumindo a história evolutiva da nossa linguagem

Ainda não se sabe ao certo, qual é a origem das estruturas gramaticais, as quais nos comunicamos hoje em dia. Mas ao certo, nossa capacidade de pensar desenvolveu-se a partir de nossa grande inteligência motora, com a qual empregamos nossas mãos e dominamos a linguagem.

"Foi a ampliação da inteligência motora para o controle da face e das mãos que nos tornou humanos, possibilitando habilidades como a linguagem e uso de instrumentos" (Gerhard Neuweiler)

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Na praia não né?

Inspirado no noticiário do Jornal do Almoço, de hoje, resolvi escrever sobre animais na praia.
Primeiramente, os animais vivem a muito tempo, no lugar que você ocupou e/ou "roubou" deles (risos).
As nossas atitudes, desde muitos anos, nos fizeram "donos" do mundo, achando assim que os animais estão errados e não você/nós - situação aqui em casa, minha mãe reclama das formigas, e digo: "tu roubou a casa delas também" e ela: "eu não e sim elas roubaram a minha casa RUM".
Enfim focando o assunto aos animais na praia. Concordando ou não com tudo que foi dito até aqui, vamos e viemos, com tantas doenças que os animais podem transmitir, melhor eles não curtirem uma praia né? Sei que muitas pessoas tratam seu amiguinho como uma pessoa, e tem pena dele, quer dar uma volta na praia com seu cão, gato e etc...mas fica a dica, na calçada, orla ou seja onde for, dê a sua volta, mas não na areia!