Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2016

Arqueologia no VII Seminário de Pesquisa em Planejamento e Gestão territorial (UNESC)

Palestra de ABERTURA - DINÂMICA TERRITORIAL DAS OCUPAÇÕES COSTEIRAS NO SUL CATARINENSE com o Dr. PAULO DEBLASIS MAE/USP no VII Seminário de Pesquisa em Planejamento e Gestão territorial (UNESC) Dias 08, 09 e 10 de novembro de 2016 - O LAPIS/UNESC coordena o GT Gestão integrada do patrimônio e da paisagem com as palestras de Dra. Marian Helen da Silva Gomes - Instituto Olho D'Água: "Inteligência coletiva das comunidades na gestão do território da Serra da Capivara - Piauí", e, Dra. Deisi Scunderlick Eloy de Farias - GRUPEP-Arqueologia/UNISUL/SC: "Do mar à terra: discutindo a gestão territorial dos sítios arqueológicos no litoral Sul de Santa Catarina" moderadores Dr. Paulo DeBlasis – MAE/USP e Dr.Juliano B Campos LAPIS/UNESC/SC.As submissões de trabalhos para o VII Seminário de Pesquisa em Planejamento e Gestão Territorial estão abertas!! Conheça as normas e instruções no nosso site. http://www.unesc.net/portal/capa/index/610/9993/

Guarda e conservação de acervos arqueológicos

CULTURA - Museu de Sambaqui realiza palestra sobre guarda e conservação de acervos arqueológicos
Joinville, 
23/08/2016 09:48:39Nesta quinta-feira (25), a conservadora do Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville (MASJ), Adriana Maria Pereira dos Santos, irá ministrar uma palestra sobre guarda e conservação de acervos arqueológicos. O encontro ocorre no Auditório do MASJ, a partir das 9 horas, e contará com a presença de técnicos das unidades da Fundação Cultural de Joinville e também será aberto ao público interessado. O foco da palestra é a Portaria n° 196, publicada em 18 de maio deste ano, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). A conservadora do MASJ abordará a especificidade dos acervos arqueológicos enquanto propriedade da União, os trâmites de endosso das instituições de guarda junto aos arqueólogos e ao IPHAN, as orientações de acondicionamento e conservação e os acessos aos pesquisadores. Adriana Maria Pereira dos Santos é graduada em História …

III ENIPAC

APRESENTAÇÃOIII Encontro Internacional Interdisciplinar em Patrimônio Cultural – III ENIPAC será realizado nos dias 22 e 23 de setembro de 2016 e será promovido pelo Mestrado em Patrimônio Cultural e Sociedade da Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE. Pretende-se discutir, aprofundar e disseminar a temática do patrimônio cultural, em uma perspectiva interdisciplinar, enfocando a questão da ética e da inovação. 
Por patrimônio cultural entende-se bens, práticas e valores culturais apropriados pelo homem, articulados em uma sociedade e enraizados em um território, cujo reconhecimento e a preservação são significativos para a manutenção da memória e das identidades dos que lá vivem. 
É importante considerar que o campo do patrimônio cultural vem, nas últimas, décadas, redefinindo os limites de sua atuação. Houve um alargamento conceitual de patrimônio cultural, abrangendo aquilo que podemos hoje chamar de patrimônios culturais. 
A discussão epistemológica do campo revigorou e am…

Dados de emissão de poluentes

.@mmeioambiente e @brasil_IBAMA firmam acordo de cooperação p/ dar transparência aos dados de emissão de poluentes https://t.co/otAcJUXLqdNo Brasil, o RETP encontra-se na fase de análise das normatizações específicas. No entanto, dirigentes de unidades potencialmente declarantes já podem se informar sobre o tema. Para isso, o MMA disponibiliza o Manual do Declarante. O documento foi elaborado para auxiliar no entendimento dos requerimentos para a declaração RETP e estabelecer a necessidade de reporte pela unidade.

Evento de Museologia

No período de 03 a 07 de agosto de 2016 ocorreu no distrito de Nazaré, na cidade de Porto Velho, em Rondônia, a XVII Conferência Internacional do Movimento Internacional para uma Nova Museologia (MINOM). Ali, com a participação ativa da comunidade local, envolvendo dezenas de crianças, jovens, adultos e mais velhos, com pelo menos 140 inscritos, com representantes de cinco países (Argentina, Brasil, Inglaterra, Peru e Portugal) e de oito Unidades Federativas (Bahia, Distrito Federal, Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia e São Paulo), realizamos uma conferência memorável.
Celebrando a potência de vida, o encontro e o reencontro, a vivência e a convivência, a XVII Conferência Internacional do MINOM foi banhada nas águas da poética, da ética e da política. Durante cinco intensos dias tivemos a oportunidade de refletir e de experimentar o Bem Viver articulado com uma nova Imaginação Museal e com a pegada da Museologia do Afeto, sintonizada com o conceito-ação de f…