quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Inscrições COBEQ IC2015

As inscrições e as submissões de
trabalhos do XI Congresso Brasileiro de Engenharia Química em Iniciação
Científica (COBEQ IC2015) já estão abertas.

O COBEQ IC 2015 será organizado pela Faculdade de Engenharia Química da
Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP (Campinas, São Paulo) no
período de 19 a 22 de julho de 2015, com o apoio da Associação
Brasileira de Engenharia Química (ABEQ).

Para maiores informações acesse:http://www.cobeqic2015.com.br

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Membracidae surreal


Treehopper surreal!! - Membracid (Cladonota benitez) habita florestas tropicais da América.

Via
Sofía Gabriela @sofiabiologista

Violeta parasita


Violeta C. (Cistanche salsa) é uma planta parasita, falta clorifila e obtém nutrientes das plantas hospedeiras ©Ori F.

Via
Sofía Gabriela @sofiabiologista

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Mapa dos fungos

Imaginava-se que a distribuição espacial dos fungos dependesse das distribuições das plantas. Mas não o assunto entra em revisão.

equipe do biólogo Leho Tedersoo, da Universidade de Tartu - Estônia, publicou na Science um amplo mapeamento e levantamento sobre a diversidade dos fungos no solo global. 

Fonte: Ciência Hoje

De acordo com reportagem no Ciência Hojeos pesquisadores conseguiram definir os principais fatores biogeográficos que condicionam os padrões de distribuição das espécies do reino Fungi ao redor do mundo

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

Melhores cursos de Biologia do Brasil

Abaixo apresento a lista de melhores cursos de Ciências Biológicas, realizado pelo Guia do Estudante:

Faculdade
Estrelas
(CE) Fortaleza – UFC
★★★★★
(DF) Brasília – UnB
★★★★★
(GO) Goiânia – UFG
★★★★★
(MG) Belo Horizonte – UFMG
★★★★★
(MG) Uberlândia  - UFU
★★★★★
(MS) Campo Grande – UFMS
★★★★★
(PA) Belém – UFPA
★★★★★
(PR) Londrina – UEL
★★★★★
(RJ) Rio de Janeiro – Uerj
★★★★★
(RJ) Rio de janeiro – UFRJ
★★★★★
(RS) Porto Alegre – UFRGS
★★★★★
(SC) Florianópolis ) UFSC
★★★★★
(SP) Botucatu – Unesp
★★★★★
(SP) Campinas – Unicamp
★★★★★
(SP) Rio Claro – Unesp
★★★★★
(SP) São Carlos – USCar
★★★★★
(SP) São Paulo – USP
★★★★★

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Univille formará a 1ª turma especialista em Arqueologia

Este ano a Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE formará a primeira turma de Especialização em Arqueologia.

O curso tem como disciplinas:

Métodos e Técnicas de Arqueologia em Campo
Métodos e técnicas no trabalho em arqueologia em campo e laboratório. Levantamento de sítios. Escavação arqueológica. Curadoria, análise e interpretação de coleções arqueológicas

Introdução à Arqueobotânica
Conceitos e pressupostos teóricos e práticos da Arqueobotânica. Noções sobre trabalho em campo e laboratório com materiais vegetais.

O Estudo da Cerâmica
Metodologias e modelos teóricos na análise e interpretação de acervos arqueológicos cerâmicos

Introdução à Zooarqueologia
Conceitos e pressupostos teóricos e práticos da Zooarqueologia. Noções sobre trabalho em campo e laboratório com materiais animais.

Entre muitas outras (veja todas disciplinas na Ementa do curso)

Para finalizar as atividades do curso a universidade realizará uma palestra com a Prof.ª Dra. e Arqueóloga Fabiana Comerlato da UFRB, conforme o convite abaixo:


Mais informações entre em contato com a Univille (Email: univille@univille.br ou Tel:(47) 3461-9000) ou com o Laboratório e Grupo de Estudos em Arqueologia e Cultura Material da Univille - LeArq Univille (Email: labarqjlle@gmail.com).

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Trabalhe na ONU

Está de bobeira? Quer fazer algo diferente? Envie seu curriculum para a ONU http://nacoesunidas.org/vagas/brasil/

Elas preferem os barrigudos (barrigudinhos?)

Uma pesquisa realizada na Inglaterra indica que as mulheres escolheriam um homem barrigudo (barrigudinho) ao invés de um sarado para um relacionamento. De todas as mulheres questionadas, 96% delas consideram que os homens obcecados em sua forma física são chatos durante os encontros.





Porém, não achem que elas não gostem dos chamados "tanquinhos". O resultado interpretado pelos pesquisadores está baseado na própria insegurança das mulheres. 74% delas afirmaram sentir vergonha de tirar a roupa na frente de um parceiro com o corpo perfeitamente malhado.





Mulheres x Peso Massa

De acordo com Michael Alvear, autor do livro “Not tonight dear, I feel fat”,

50% das mulheres admitem que já recusaram sexo com o parceiro, apesar de estarem com vontade, porque estavam se sentindo gordas.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

7º Prêmio Interdisciplinar de Educação Ambiental

Alunos de 15 escolas e 15 Centros de Educação Infantil (CEIs) da rede municipal de ensino apresentam nesta quinta-feira (27/11) os projetos desenvolvidos durante o ano e que concorrem ao 7º Prêmio Interdisciplinar de Educação Ambiental. A exposição dos trabalhos, entrega de certificados às unidades participantes e premiação aos vencedores ocorrem às 15 horas, na Sala Palmeiras I do Hotel Bourbon.

Bagual: Nova espécie de peixe anual


Austrolebias bagual peixe da família Rivulidae, de apenas 5 cm, foi descoberto em uma pequena área no Pampa gaúcho, em Encruzilhada do Sul (RS). A espécie foi oficialmente descrita em outubro deste ano, 2014, na revista AQUA – International Journal of Ichthyology (Revista Internacional de Ictiologia), voltada a estudos e pesquisas de peixes. 

A pesquisa foi desenvolvida pelo Instituto Pró-Pampa (IPPampa), com apoio da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza por meio do financiamento do projeto Peixes Anuais do Pampa

Austrolebias bagual / Crédito: Matheus Volcan

A. bagual faz parte do grupo de peixes anuais - com ciclo de vida único. Os peixes anuais são os peixes de água doce mais ameaçados de extinção no Brasil, principalmente pela perda de habitats (vivem em poças temporárias, fazendo com que os adultos morram no período em que as poças secam).

Que o projeto dê continuidade na identificação de novas espécies e conservação destes peixes tão fantásticos

p.s.:  No Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRSonde os pesquisadores decidiram encaminhar os espécimes para compor a coleção científica e onde realizei meu estágio de conclusão de curso, tive o prazer de realizar um pequeno trabalho com peixes anuais, desta pesquisa, de vários municípios do Rio Grande do Sul. Inclusive o gênero "Austrolebias". Depois que fixados perdem a coloração, mas continuam sendo fantásticos esses peixes anuais. O dimorfismo sexual é bem interessante, macho e fêmeas muitas vezes são bem distintos - em forma, coloração.

E "Austrolebias bagual" é um nome bem gaúcho, não acham? Lá pelos pampas "bagual" é alguém corajoso. Nome merecido para quem vive em uma poça temporária.

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Mais notícias sobre ciência

Vocês podem acompanhar mais notícias sobre ciência na fanpage do blog no Facebook

Basta dar um: https://www.facebook.com/pages/Biowoohoo-Compartilhando-Ci%C3%AAncia/136449249775023
 Fanpage BioWoohoo - Compartilhando Ciência
e estará recebendo em sua timeline postagens do blog e notícias sobre pesquisas, cursos, etc.

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Encontro sobre Permacultura e Hortas Comunitárias

Encontro sobre Permacultura e Hortas Comunitárias

E a nossa horta está renascendo com muito amor e cuidado!
Fonte: Casa Iririú (Facebook)

Para pessoas interessadas em conhecer o processo de permacultura, bioconstrução e hortas comunitárias, a Casa Iririú (Joinville-SC) estará promovendo um encontro nesta quinta feira às 19h:30min. Será uma conversa aberta visando compartilhar conhecimento e trocas de experiência.

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Relação Barba e Sexo

Pesquisa divulgada no site norte-americano Match.com diz:


QUEM TEM BARBA FAZ MAIS SEXO

80% dos homens com barba possuem orgasmos com frequência contra 77% dos homens de "cara limpa". Os barbudos ainda ficam na frente em outros dois quesitos: frequência (73% a 70%) e possuir amigas para sexo casual (61% a 54%).

Recado para as mulheres, de acordo com a pesquisa os barbudos (88%) pensam mais em relacionamentos duradouros/longos. Pense antes de reclamar da barba de seu namorado kkkkk

Helen Fisher, antropóloga biológica e condutora do estudo diz que

É tudo sobre testosterona. Ela é encarregada do crescimento dos pelos faciais do homem. O hormônio também está relacionado à habilidade deste indivíduo para ser lógico, inventivo, direto, decisivo e ambicioso


Fonte: Yahoo

O desossego do paraíso?

Não é de hoje, sabe-se que a Guarda do Embaú, localizada no município de Palhoça SC a. 50 Km da capital Florianópolis, sofre pressão imobiliária e portuária.




Este mês vem a tona que um projeto quer transformar a localidade simples em um local luxuoso (ao ver de outras pessoas - iates, casarões, etc).



Foto: Tati (via Férias Brasil)

Publicado no site Waves, por Ricardo Beraldi em 11/11/14



O projeto contempla que o Rio Madre seja uma barra de entrada e saída de luxuosos iates, onde ao final do rio, na Gamboa, onde existe a Lagoa do Ribeirão, se transforme em uma marina flutuante e todo seu arredor seja loteado com condomínios de luxo.



Certamente tem e vai haver avaliação de impacto, mas é evidente que o local sofrerá impactos, a começar pela foz do rio, para os animais que habitam a região (terrestres e/ou marinhos), para as dunas e restingas (longa discussão, pois não é previsto em lei a proteção de dunas sem vegetação - em Joinville/Araquari, por exemplo, temos empresas que foram construídas em cima de dunas/paleodunas(?), mas ninguém se dá conta disto, os que sabem se fazem de desentendidos, mas querem ver as belas dunas na Praia Grande, em São Francisco do Sul, ou então lá para o sul do estado - SC;), aos moradores, etc.

Tem que haver consulta a população, principalmente aos moradores, sobre o que acham da obra, mas não apenas fazer a consulta, e sim levar em consideração o que eles irão falar. É questão ética e está previsto em lei que haja reunião com as pessoas que podem vir a ter algum impacto pela obra.

Ao que consta, o projeto está em processo avançado. Não estou aqui para agitar uma manifestação, mas acho interessante que surfistas, especialistas ambientais e demais pessoas que gostam da Guarda e não são a favor dessa intervenção/obras na região, principalmente pelas futuras alterações ambientais, se manifestarem via redes sociais, procurar e comentar com a imprensa. Isto mostrará que tem pessoas que estão de olho, acompanhando os processos, quando abertos ao público, portanto, acompanhando quando possível.

Quem conhece sabe o estilo, a vibe da Guarda, não tem como não defendê-la. Defendo o local, pois sou da ideia de que a beleza está na simplicidade das coisas.

Comentários de visitantes a Guarda do Embaú:
http://www.feriasbrasil.com.br/sc/guardadoembau/dicas.cfm

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Processo seletivo público da Águas de Joinville - Programa Jovem Aprendiz 

Processo seletivo público da Águas de Joinville - Programa Jovem Aprendiz 

Período de inscrições: 8 a 23 de novembro no sitewww.objetivas.com.br

Valor de inscrição: gratuito

Data da prova: 30 de novembro

Mais informações: www.aguasdejoinville.com.br, em Trabalhe conosco

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

domingo, 26 de outubro de 2014

Dinossauros em Santa Catarina


Exposição na cidade de Pomerode/SC 

Site: http://t.co/dCOVD9zCAF
Facebook: https://t.co/gzzSS55ENT

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Chuva de meteoros

@portalbrasil posta no Twitter: Chuva de meteoros poderá ser vista até dia 7 de novembro: http://t.co/PLrhHhh7bb

Física da USP em Joinville

Professor da USP ministrará seminário de Física na Udesc Joinville

http://t.co/ByecVOr72L
http://t.co/Yt8MOyMqqk

Encontraram nos Andes um assentamento humano mais alto do Pleistoceno tardio

Encontraram nos Andes um assentamento humano mais alto do Pleistoceno tardio

- 12.000 anos nos Andes peruanos, a cerca de 4.500 metros de altitude
http://www.tendencias21.net/Encuentran-en-los-Andes-el-asentamiento-humano-mas-alto-del-Pleistoceno-tardio_a38083.html




Camuflagem


Verdades sobre tomar remédios

Tomar remédios, creio que muitos de nós não gostamos dessa ação.
Resolvi pesquisar verdades sobre tomar remédios

1) Álcool x Remédio:
Ambos são metabolizados pelo fígado. Assim o órgão não sabe qual metabolizar primeiro. Caso tome bebidas alcoólicas em grande quantidade, o fígado tende a metabolizá-la primeiro.

2) Comer x Remédio:
Tomar remédio pelo menos uma hora antes das refeições ou duas horas depois pode ter uma absorção mais rápida e mais eficaz, no entanto, o jejum ao tomar remédio pode dar "enjoos" (mexer com o estômago caso remédio seja ácido)

3) Horário x Remédio:
Em seu site, Dr. Drauzio Varella escreveu o seguinte:

" existem inúmeras razões para um medicamento ser ingerido em determinado horário. Aqueles com a função de eliminar gordura têm melhor resultado quando consumidos após as refeições, por exemplo. Dr. Paulo Aligiere, assistente médico da Fundação do Remédio Popular de SP, explica que o modo como o remédio deve ser ministrado depende da natureza química da substância e pode variar muito "

Os médicos ao receitarem um remédio se limitam/limitavam em comunicar o número de vezes em que o paciente deve tomá-lo, fazendo com que o paciente escolhesse a hora. Hoje temos uma linha de pesquisa que se preocupa a hora certa de tomar os remédios, a cronofarmacologia (ver mais)

A melhor coisa a se fazer é seguir os procedimentos indicados pelo médico e;ou pela bula

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Whirlpool seleciona acadêmicos para área de inovação





 
 
A Whirlpool, maior fabricante de eletrodomésticos do mundo, abriu inscrições para projetos de pesquisa em inovação. A novidade está associada ao Inova Talentos, do instituto ligado à federação das indústrias de SC, e oferece bolsas de fomento tecnológico e extensão para estudantes no último ano da graduação ou graduados com até 5 anos de formação dos cursos de engenharias, matemática, estatística e desenho industrial. Os selecionados vão atuar nas unidades da empresa no Brasil.

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Profissão Arqueólogo

o vídeo Arqueologia: Re-produzindo nosso passado que apresenta a profissão de arqueólogo para os jovens.

Foi desenvolvido por professores do Museu Nacional e teve apoio financeiro da FAPERJ.


Vejam o vídeo em: https://vimeo.com/107879452

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Projeto: Pesquisa em Evidência

Dando continuidade ao projeto “Pesquisa em Evidência” ocorrerá no próximo dia 25 de outubro de 2014, às 10 horas apresentação de Elisangela da Silva - "Memória e Preservação: métodos para o tratamento de contaminação microbiológica no acervo do Arquivo Histórico de Joinville".

O projeto "Pesquisa em Evidência" são encontros bimestrais promovidos pelo Arquivo Histórico de Joinville, com o objetivo de divulgar a produção intelectual nas diversas áreas do conhecimento que utilizaram como fonte e/ou objeto de pesquisa o acervo do AHJ. O evento é aberto ao público em geral e propõem uma discussão em torno do tema apresentado, promovendo a interação entre a comunidade e o pesquisador.

Evento

Apresentação de:

Elisangela da Silva - "Memória e Preservação: métodos para o tratamento de contaminação microbiológica no acervo do Arquivo Histórico de Joinville". 

Data: 25 de outubro de 2014 (sábado)

Horário: 10h

Local: Arquivo Histórico de Joinville - Avenida Hermann A. Lepper, 650

Informações: Walter de Queiroz Guerreiro - Coordenador do AHJ

Fone: (47) 3422-2154

domingo, 5 de outubro de 2014

Publicações LeArq Jlle

Este espaço tem como objetivo divulgar os artigos, TCCs, dissertações e teses de integrantes do LeArq Jlle - Laboratório e Grupo de Estudos em Arqueologia e Cultura Material, da UNIVILLE
http://learqjlle.blogspot.com.br/p/arque.html?m=1

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Premiação: 2ª Feira de Ciências, Inovação e Tecnologia de Joinville

Nesta sexta-feira (3/9), a partir das 20 horas, serão conhecidos os vencedores do 2º Prêmio de Inovação de Joinville e a 2ª Feira de Ciências, Inovação e Tecnologia de Joinville (Fecitej) durante o encerramento do 5º Fórum de Inovação de Joinville. Os três eventos são abertos ao público e acontecem no Centro de Convenções e Exposições Expoville desde quarta-feira (1).

TCC - Cafeteria com Biblioteca na Univille

Pesquisa de Mercado Para Cafeteria com Biblioteca na Univille

O questionário a seguir é de uma pesquisa com público alvo para desenvolvimento do Trabalho de Conclusão do curso de Gastronomia - Univille, dos alunos Lilian Finger e Robson Alves da Silva. O trabalho planeja desenvolver a possibilidade de abertura de uma Cafeteria com biblioteca junto ao Departamento de Gastronomia Univille.
Se você se identifica com o assunto e/ou gosta de cafés e livros por favor responda esse questionário no link abaixo.

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST

Encontram-se abertas as inscrições para participação de docentes e discentes na I Semana Univille de Ciência, Sociedade e Tecnologia - SUCST (10° SIEPE e 19° SIC) no período de 01/10/2014 a 12/10/2014

O objetivo da semana é socializar com a comunidade os resultados obtidos em ações desenvolvidas no ensino, na pesquisa e na extensão em 2013/2014, bem como, demonstrar a forte interação existente entre as bases formadoras da Universidade, além de incentivar, cada vez mais, que por meio do ensino a pesquisa se estenda à comunidade, promovendo a melhoria da qualidade de vida de Joinville e região.

A 1ª SUCST será realizada no período de 03 a 07 de novembro de 2014 nos campus da UNIVILLE Joinville e nos dias 03 a 05 de novembro de 2014 em São Bento do Sul.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

8a Primavera nos museus

MUSEU ARQUEOLÓGICO DE SAMBAQUI DE JOINVILLE - MASJ

R. Dona Francisca, 600 - Centro, Joinville - SC

EXPOSIÇÃO PAISAGENS MUTANTES - OS SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS COMO TESTEMUNHOS DA CONSTRUÇÃO DA CIDADE

A mostra conta com fotografias, vídeos e materiais coletados no Espinheiros II e Rio Comprido. Apresenta imagens desses sítios durante o passar dos anos, mostrando o crescimento urbano na região.

Para a abertura, houve ontem um colóquio que discutiu o tema proposto para a exposição. A mesa foi formada pelos professores Msc Celso Voos e Dr. Belini Meurer. 

Sexualidade e Feminismo

14h

Sábado, 27 de Setembro

UNIVILLE UNIVERSIDADE - UNIDADE CENTRO

Rua Ministro Calógeras, 439 – Centro, Joinville - SC

SEXUALIDADE E FEMINISMO - DEBATE | MML- MOVIMENTO MULHERES EM LUTA

SALA B101

quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Dia do Biólogo

Parabéns para todos formados em Ciências Biológicas (todas linhas de formação/habilitação). Só quem se forma nesta área fantástica sabe como é (satisfatório, difícil, etc).

Prêmio de Incentivo a Pesquisa e Educação Ambiental



O Prêmio Tião Sá foi criado em 1995 e incentiva pesquisas de proteção ao meio ambiente e busca pela qualidade de vida. Veja maiores detalhes sobre regulamento e premiação acessando a notícia: http://bit.ly/1oyuQJ0

Facebook: Prefeitura de Vitória

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Crise temporária na Cantareira?


O interessante é ver a variação de períodos e locais de chuvas no país. Estes tempos tivemos muita chuva, cheias no Rio Uruguai, no RS. Enquanto isto em SP a chuva não auxilia para aumentar o nível da Cantareira.

Pensando na atual situação da Cantareira, pensei em fazer este breve post sobre os tipos (classificação) dos impactos, acidentes ou desastres ambientais.

O impacto, acidente ou desastre ambiental pode ser temporário, permanente ou cíclico

• impacto temporário - quando temos conhecimento da duração do efeito (impacto ambiental);

• impacto permanente - quando ocorrido, o efeito se mantém temporalmente;

• impacto cíclico - quando o efeito se manifesta em intervalos de tempo determinados.

Esperamos que a chuva apareça, moderadamente (não pensando em enchentes, mas para aumentar nível de água), em SP.

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Palestra Maria Minayo - Univille


Sutilezas da Seleção Natural



1.   Indicação da referência bibliográfica

ORR, H. Allen. Sutilezas da Seleção Natural. Scientific American Brasil. Ano 07; nº 81, fev. 2009.

2.   Resumo do texto

O darwinismo foi revolucionário não porque produziu argumentos enigmáticos sobre a biologia, mas por que sugeriu que a lógica implícita na natureza é surpreendentemente simples.
Atualmente, a aceitação da seleção natural não corre risco, mas o estudo da mesma não está completo. O estudo da seleção natural é uma área mais ativa na biologia que há duas décadas.
A melhor forma de observar a evolução por seleção natural é estudar organismos cujo ciclo de vida seja curto o suficiente para que muitas gerações possam ser analisadas.
Adaptabilidade. É a probabilidade de sobreviver ou se reproduzir em um determinado ambiente.
A maioria das mutações aleatórias é prejudicial – isto é, reduz a adaptabilidade: somente uma minúscula minoria é benéfica.
A evolução adaptativa é um processo de dois estágios: mutação e seleção. A cada geração, a mutação traz novas variações genéticas para as populações. A seleção natural realiza uma triagem: o rigor do ambiente reduz a frequência das variações “ruins”, e aumenta a ocorrência das “boas”.
Geneticistas especialistas em populações também contribuíram para a seleção natural ao descrevê-la matematicamente.
A maior parte dos biólogos concorda que a seleção natural geralmente ocorre em nível de organismos ou tipos genéticos individuais. A razão é que o período de vida dos organismos é muito mais curto que a das espécies.
Ninguém duvida que a seleção natural leva à evolução da maior parte dos traços físicos nos seres vivos, mas ainda há dúvidas sobre o grau de responsabilidade da seleção natural na condução de mudanças no nível molecular.
Kimura argumenta que a evolução molecular, em geral, não é conduzida por uma seleção natural “positiva”. Em vez disso são seletivamente neutras. Como as mutações neutras são basicamente invisíveis no ambiente atual, essas alterações podem estar adormecidas numa população alterando bastante sua composição genética ao longo do tempo.
O resultado, do estudo realizado por Begun e Langley, ambos na University of California, sugere que a evolução neutra é importante – pois, parte dos 81% restantes dos genes estudados podem ter divergido por causa da deriva genética (mutações neutras). Porém, isto prova que a seleção natural exerce um papel muito mais importante na diferenciação das espécies que a maioria dos defensores da evolução neutra poderia imaginar.
Até recentemente, pouco se sabia sobre as alterações genéticas que formavam a base da evolução por adaptação.
O aumento da adaptabilidade a partir de uma mutação benéfica pode ser muito insignificante, tornando a mudança evolutiva um tanto lenta. Uma forma de enfrentar esse problema é inserir populações de organismos que se reproduzem rapidamente em ambientes artificiais, onde as diferenças de adaptabilidade são maiores e a evolução é, portanto, mais rápida.
Alguns cientistas alertam que a evolução experimental pode envolver pressões seletivas severas não naturais. Por isso, é preciso estudar a seleção em indivíduos mais complexos, sob condições mais naturais.
Os evolucionistas geralmente observam populações ou espécies separadas a muito tempo, de modo que as diferenças de adaptação entre elas, produzido pela seleção natural, são rapidamente identificadas. Os biólogos podem então, estudar essas diferenças geneticamente.
Um dos argumentos mais audaciosos de Darwin a favor da seleção natural é que ela explicava como novas espécies surgiam. Ao contrário de Darwin, os biólogos modernos geralmente utilizam o chamado conceito biológico de espécie. A ideia principal é que as espécies estão reprodutivamente isoladas uma das outras.
Acredita-se que duas populações devam estar geograficamente isoladas antes que um isolamento reprodutivo possa evoluir.
Outra evidência do papel da seleção natural na especiação surgiu inesperadamente. Na última década, vários geneticistas evolucionistas identificaram meia dúzia de genes que causam a esterilidade ou inviabilidade de híbridos. Os genes desempenham várias funções normais dentro da espécie: codificando enzimas, proteínas estruturais e outros ainda codificam enzimas que se ligam ao DNA.
Estudos com os mímulos e com a esterilidade de híbridos de moscas-das-frutas é somente a ponta do iceberg de uma literatura vasta e crescente, que revela o papel da seleção natural na especiação. De fato, a maioria dos biólogos concorda que a seleção natural é a força evolucionária, mas também a origem de novas espécies.
Registro de comentários e críticas ao texto
O artigo, a meu ver, tem a ideia de informar que os estudos sobre a seleção natural é algo em expansão, assim como a área da biologia de um modo geral. E salienta que no meio acadêmico, a seleção natural é a teoria mais aceita