quinta-feira, 28 de abril de 2016

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO nº 65, de 2012

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO nº 65, de 2012 -

Explicação da Ementa:
Acrescenta o § 7º ao art. 225 da Constituição Federal para assegurar a continuidade de obra pública após a concessão da licença ambiental; dispõe que a apresentação do estudo prévio de impacto ambiental importa autorização para a execução da obra, que não poderá ser suspensa ou cancelada pelas mesmas razões a não ser em face de fato superveniente.

http://www25.senado.leg.br/web/atividade/materias/-/materia/109736

terça-feira, 26 de abril de 2016

Convite do Ministério e da FCJ

REPASSANDO E-MAIL RECEBIDO, divulgando evento na área cultural

A Representação Regional do Ministério da Cultura (MinC) em Santa Catarina em parceria com a Fundação Cultural de Joinville realizam na próxima quarta-feira (27) uma oficina gratuita de autodeclaração de Pontos de Cultura de Joinville e região. O evento irá ocorrer às 10 horas, nas Salas 1 e 2 do Centro de Convenções Alfredo Salfer, no Centreventos Cau Hansen. A oficina será ministrada por Gabriela Massotti, técnica do MinC.

O objetivo é fortalecer a Rede Catarina dos Pontos de Cultura para orientar sobre o processo de cadastramento no site do MinC, além de esclarecer a respeito das novidades introduzidas na política Cultura Viva pela Lei 13.018/2014. A Fundação Cultural de Joinville irá disponibilizar uma equipe para auxílio das autodeclarações.

Podem participar da oficina, entidades, grupos e coletivos que possuem trajetória e atuação de movimento cultural. Segundo o Ministério da Cultura, o reconhecimento como Ponto ou Pontão de Cultura garante uma chancela institucional, que pode ser importante para a obtenção de apoios e parcerias, e permite que a entidade ou coletivo se articule com os outros pontos e pontões da rede, a partir de afinidades temáticas ou do pertencimento a um território.

Ao se declarar Ponto ou Pontão de Cultura, a entidade terá acesso às políticas criadas para atender a base social cadastrada na Rede Cultura Viva e também aos demais pontos que integram a rede de forma a possibilitar trocas e interfaces diretas com produtores e agentes culturais de todo Brasil.

Serviço
O quê: Oficina de autodeclaração de Pontos de Cultura de Joinville e região

Quando: quarta-feira (27), às 10 horas
Onde: Salas 01 e 02 do Centro de Convenções Alfredo Salfer - Centreventos Cau Hansen (Av. José Vieira, 315, América)
Valor: Gratuita

sábado, 9 de abril de 2016

Em busca do impacto ambiental desconhecido

Nada me surpreende! E podem esperar coisas piores, pois segundo informações estão discutindo ou para discutir, em Brasília, situações para mineração. E a preocupação ambiental nunca é a 1a a ser pensada e levada em consideração, e nem a última, até que a situação aperte e esteja próximo de um "desastre ambiental"

Mina de carvão no Sul do Estado expõe fragilidade de legislação ambiental para o setor
http://dc.clicrbs.com.br/sc/noticias/noticia/2016/04/mina-de-carvao-no-sul-do-estado-expoe-fragilidade-de-legislacao-ambiental-para-o-setor-5757804.html

Partes da matéria, mencionada acima:

Além de garantir o próprio ganha-pão, os mineiros ajudam a EVITAR um impacto ambiental ainda DESCONHECIDO. A água em contato com o minério tem acidez alta e pode afetar o lençol freático e a terra. Sem um Plano de Fechamento _ estudo que estabelece as consequências e a recuperação ambientais _, especialistas afirmam que não há como prever o que pode acontecer em caso de inundação da mina.

— A mina foi utilizada por mais de 40 anos, e os proprietários não fizeram esse trabalho de prevenção ambiental. Agora o passivo pode chegar a R$ 175 milhões - diz o procurador

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Exposição Primeira e Segunda Guerra Mundiais

CONVITE:  Para Comemorar os '70 Anos do Fim da Segunda Guerra Mundial

O Museum da Guerra e o  Shopping Cidade das Flores de Joinville convida todas as Escolas a prestigiar a exposição Primeira e Segunda Guerra Mundiais, sucesso de publico em Blumenau e Florianópolis.

O Museum da Guerra começou a ser formado logo após o término do segundo conflito, em 1945, o acervo histórico foram reunidos durante décadas por colecionadores alemães, entre eles Rochus Misch, ex guarda - costas de Hitler.

Entre 450 objetos temos a maquina de escrever da ultima secretaria de Hitler.

 O “Rádio do Povo 1933” um rádio em cada casa, esta era a palavra de ordem do Ministério da Propaganda nazista para que todos ouvissem os discursos de Adolf Hitler.

Documento considerado confidencial pelo Exército, Curiosidade: todos os soldados tinham direito a um pedido, que variava muito, desde uma casa a empregos diversos.

Estaremos abertos diariamente do dia 16 de abril a 03 de maio das 10h:00 às 22h:00, entrada Grátis, Agende sua visita.

-- 
Texto de:
Doraci José Vodzynski.`.
Museum da Guerra do Brasil