Pular para o conteúdo principal

Água-viva


Apesar de possuir um corpo gelatinoso e parecer bastante sensível, sua alimentação é do tipo carnívoro. Mas calma, elas não tem o objetivo de nos devorar quando nos "atacam" nas praias. As de porte menor alimentam-se geralmente de algas e plânctons minúsculos. Já as maiores se alimentam de crustáceos e outros seres marinhos maiores.
Quando elas notam a presença de um animal, elas soltam uma espécie de gatilho, presente em seus tentáculos, nestes estão os cnidoblastos (célula especializada, que possui características urticantes), com os nematocistos (pequenos órgãos semelhantes a arpões carregados de toxinas), onde ficam armazenadas a toxina que causa reação alérgica nos seres humanos (inflamação na pele) e em outros animais.
Os nematocistos são responsáveis por enrolar ou desenrolar um filamento, que é expelido quando o cnidário é tocado. Assim o agressor é inoculado com a substância tóxica (constituída de proteínas). Esta estrutura é muito importante, pois serve não somente como sistema de defesa, mas também para capturar alimentos, visto que os cnidários são carnívoros e precisam ter um mecanismo eficaz para garantir seu alimento.
Seus cnidoblastos variam de acordo com a espécie e sua reação é relacionada ao tamanho do animal. Quando elas capturam uma presa, ao liberar essa substância, elas provocam uma paralisia na presa, incapacitando a fuga do mesmo.


A ação da toxina pode causar reação alérgica nas pessoas ou até choque anafilático, isto se a pessoa for alérgica àquela toxina. Mesmo com os “ataques” de águas vivas aumentando no Brasil (Bombeiros registram seismil casos de queimadura por água-viva no PR) os animais com maior poder de causar acidentes ao ser humano são encontrados na costa australiana - uma espécie de caravela e uma micro água-viva, com grande poder de intoxicação.

Mais informações:

Comentários

> Mais acessadas

PROTEÍNAS E SUAS ESTRUTURAS: Secundária, Terciária e Quaternária.

As proteínas são as macromoléculas constituídas por unidades, chamadas de aminoácidos, 20 tipos básicos, e concluem cerca de 50% do peso seco das células. Existem diversos tipos de proteínas, sendo essas especializadas em alguma função biológica. A complexidade das proteínas depende da posição e quantidade dos aminoácidos ao longo da sua cadeia, fazendo com que elas de diferenciem uma das outras e assim determinando suas respectivas funções.Os aminoácidos que estão presentes nas proteínas se encadeiam pelas ligações peptídicas. Uma ligação peptídica é a união do grupo amina (-NH2) de um aminoácido com o grupo carboxila (-COOH) do outro aminoácido, formando uma amida, liberando uma molécula de água.Como as proteínas possuem uma grande variedade de funções são divididas em Estruturais e Dinâmicas.Estruturais: por exemplo, o colágeno e elastina que promovem a sustentação estrutural da célula e dos tecidos;Dinâmicas: transporte (ex: hemoglobina), defesa, catálise de reações…

Principais atividades humanas responsáveis pela emissão de gás carbônico

2ª Jornada Técnica Festa das Flores

Festa das Flores mais uma vez com jornada técnica ... Quem se interessar, segue a programação: