Pular para o conteúdo principal

PROTEÍNAS E SUAS ESTRUTURAS: Secundária, Terciária e Quaternária.

As proteínas são as macromoléculas constituídas por unidades, chamadas de aminoácidos, 20 tipos básicos, e concluem cerca de 50% do peso seco das células. Existem diversos tipos de proteínas, sendo essas especializadas em alguma função biológica. A complexidade das proteínas depende da posição e quantidade dos aminoácidos ao longo da sua cadeia, fazendo com que elas de diferenciem uma das outras e assim determinando suas respectivas funções.

Os aminoácidos que estão presentes nas proteínas se encadeiam pelas ligações peptídicas. Uma ligação peptídica é a união do grupo amina (-NH2) de um aminoácido com o grupo carboxila (-COOH) do outro aminoácido, formando uma amida, liberando uma molécula de água.

Como as proteínas possuem uma grande variedade de funções são divididas em Estruturais e Dinâmicas.

  • Estruturais: por exemplo, o colágeno e elastina que promovem a sustentação estrutural da célula e dos tecidos;
  • Dinâmicas: transporte (ex: hemoglobina), defesa, catálise de reações, controle metabólico, enzimáticas e contração.

Proteína Secundária: Linus Pauling (1901-1994) e Robert Corey (1897-1974) através de processos químicos fundamentais e algumas observações experimentais, predisseram a existência das proteínas secundárias, em 1951. Essa estrutura além de possuir ligações peptídicas, como as primárias, apresentam pontes de hidrogênio. Seus tipos mais comuns são a alfa-hélice (helicoidal) e a folha-Beta (pregueada).

Anexo: alfa-hélice e folha-beta.

Proteína Terciária: Se forma apartir do dobramento da estrutura secundária sobre si mesma, mas especificamente da hélice e a folha, obtendo formato arredondado. Além de conter ligações peptídicas e pontes de hidrogênio, há a ligação dissulfeto (ligação entre moléculas do aminoácido cisteína), que são formadas por átomos de enxofre. Caracteriza-se por ter interações de longas distâncias entre aminoácidos, ao contrário das secundárias.

Estrutura terciária – com legenda.

Proteína Quaternária: Modo de junção das cadeias polipeptídicas, conhecidas como subunidades ou monômeros, para formação de uma molécula protéica. As subunidades são ligadas por uma grande quantidade de reação químicas fracas, como é o caso das pontes de hidrogênio. Um exemplo é a Hemoglobina que é formada de quatro subunidades terciárias.

Estrutura quaternária da Hemoglobina.

Comentários

  1. Valeu cara! Salvou minha vida no trabalho de biologia. Postagem ótima, bem clara, ao contrário das outras que li.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desculpe a demora para a resposta Yan. De nada cara, fico feliz em ter ajudado!

      Excluir

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...

> Mais acessadas

Principais atividades humanas responsáveis pela emissão de gás carbônico

2ª Jornada Técnica Festa das Flores

Festa das Flores mais uma vez com jornada técnica ... Quem se interessar, segue a programação: