A espera de um milagre - MASJ

Tudo indica que já conheço o final dessa história - se repete diversas vezes.
Durante a reunião, ficou acordado que o Museu permanecerá no mesmo local e que será elaborado um projeto técnico de readequação do MASJ contra enchentes e também para a construção de um anexo que abrigue peças do acervo.

Esperamos que nestes 30 dias para apresentação de projeto não aconteça nenhuma enchente, danificação ao acervo e ao próprio museu.

Triste verificar que o pedido realizado foi que o museu não ficasse mais no local devido ao perigo de conservação do acervo (entre outros), porém decidiram que o museu fica e terá pequenas alterações - coisa que já foi anunciado tempos atrás, mas que nada foi feito. O museu aguarda uma posição ideal, pois além da vida dos funcionários (considerado insalubre), os mesmos se preocupam com o patrimônio ali inserido

O negócio é aguardar os 30 dias e ver que projeto milagroso é este que vão apresentar

Prefeitura de Joinville - Material de Imprensa 

CULTURA - Museu de Sambaqui reabre nesta quarta, 1º de julho
Joinville, 
29/06/2015 18:11:30

Em reunião realizada na tarde desta segunda (29) entre integrantes do governo municipal e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Santa Catarina (IPHAN-SC), ficou definido que o Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville (MASJ) será reaberto à visitação a partir desta quarta (01). O MASJ estava fechado para visitas desde a enchente do dia 13 de março.
Participaram da reunião o prefeito Udo Döhler, o vice Rodrigo Coelho, a superintendente do IPHAN-SC Liliane Janine Nizzola, a chefe da divisão técnica do IPHAN Maria Regina Weisscheimer, representantes do MASJ, Fundação Cultural, Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) e do Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville (Ippuj).
Durante a reunião, ficou acordado que o Museu permanecerá no mesmo local e que será elaborado um projeto técnico de readequação do MASJ contra enchentes e também para a construção de um anexo que abrigue peças do acervo.
O prefeito Udo Döhler resgatou a importância histórica do MASJ e a necessidade de se recuperar o espaço. “Dentro de 30 dias iremos apresentar este projeto ao IPHAN”, garantiu o prefeito. 


Informações adicionais
Raquel Tolazzi
Secretaria de Comunicação (Prefeitura Municipal de Joinville)
E-mail: raquel@joinville.sc.gov.br

Comentários

Postagens mais visitadas