quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Unesp realiza simpósios de Educação Inovadora e Inclusiva

Unesp realiza simpósios de Educação Inovadora e Inclusiva

Eventos debatem educação a distância, práticas educacionais mediadas por tecnologia e educação especial em uma perspectiva de inclusão

    A Universidade Estadual Paulista (Unesp) está com inscrições abertas para dois eventos integrados sobre Educação Inovadora e Inclusiva. O VI Simpósio de Educação Inclusiva e Adaptações (SEIAe o IV Simpósio Internacional de Educação a Distância (SIEaD) acontecerão, simultaneamente,  entre os dias 21 e 24 de maio, em Presidente Prudente, no interior paulista, nas dependências da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Unesp. 

     Além dos seminários presenciais, haverá uma etapa virtual, com transmissão ao vivo e online de duas palestras de pesquisadores internacionais, nos dias 11 e 12 de maio.  Os simpósios são organizados pelo Centro de Promoção para a Inclusão Digital, Educacional e Social (CPIDES) e pelo Núcleo de Educação a Distância (NEaD) da universidade.

     Especialistas do Brasil e do exterior ministrarão cursos de curta duração, oficinas e palestras e participarão de mesas-redondas. Estudantes e profissionais da área terão a possibilidade de vivenciar e compreender novas estratégias educacionais. Também poderão conhecer, analisar e discutir as atuais abordagens políticas, científicas, gerenciais e de ensino e aprendizagem.

     Até o dia 20 de fevereiro, interessados poderão submeter trabalhos para apresentação nos formatos de comunicação oral ou pôster. Ao final dos eventos presenciais, os melhores trabalhos serão premiados com a entrega de um troféu e a publicação na revista eletrônica do NEaD/Unesp, a InFor – Inovação e Formação.  As inscrições e submissões devem ser feitas no site sigeve.ead.unesp.br/siead2017

Educação Especial e Inclusiva

     O propósito do VI Simpósio de Educação Inclusiva e Adaptações é viabilizar o diálogo sobre a Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva, promulgada em 2007 pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) do Ministério da Educação (MEC). “Incluir é considerar a diversidade humana e valorizar as diferenças. Isso significa que, para a real participação e aprendizagem de todos no ambiente escolar, é necessário oferecer não apenas o acesso ao sistema, mas os meios e métodos mais adequados a cada estudante para o aproveitamento total do que é oferecido”, pondera a professora Elisa Tomoe Moriya Schlünzen, coordenadora do CPIDES e líder do grupo de pesquisa Ambientes Potencializadores para Inclusão da FCT/Unesp.  

     Os meios e métodos citados pela especialista são temas do seminário, com orientações para o desafio da implementação, adequação e aprimoramento das políticas federais nos âmbitos estadual e municipal. Especialistas mostrarão técnicas para acessibilidade, o ensino e a aprendizagem dos estudantes público-alvo da educação especial (pessoas com deficiência, com transtornos globais do desenvolvimento e com altas habilidades/superdotação).  “Vamos abordar práticas pedagógicas específicas para facilitar o desenvolvimento e interação social desses alunos. E explorar o uso de diferentes recursos de Tecnologia Assistiva, inclusive em Ambientes Virtuais de Aprendizagem empregados na Educação a Distância”, informa a professora.

Educação a Distância e mediada por tecnologias

     Os dois eventos ocorrem concomitantemente porque estão estreitamente relacionados. A Educação a Distância e o uso educacional das tecnologias digitais reduzem barreiras espaciais e temporais; estimulam e potencializam a articulação de conhecimentos interdisciplinares; valorizam a interação, colaboração e autoria durante o processo de aprendizagem.  O IV Simpósio Internacional de Educação a Distância objetiva formar os educadores para o domínio desses conhecimentos com uma visão inclusiva. “Os novos modelos de comunicação quebraram paradigmas e exigem a reestruturação dos processos educacionais de todos os estudantes, inclusive do público-alvo da educação especial”, ressalta o professor Klaus Schlünzen Junior, coordenador do NEaD. “Do ponto de vista da inclusão, é impossível deixar de lado a possibilidade de ensinar sem exigir deslocamento físico, que muitas vezes é um problema para pessoas com deficiência, ou de propiciar maior acesso a materiais didáticos por meio de tecnologia assistiva no meio digital, como legendas e audiodescrição em vídeos educacionais”, defende.

     Entre os temas do simpósio, estão: Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação, o smartphone como ferramenta didática, aprendizagem baseada em problemas, aprendizagem  orientada por projetos, gamificação  e comunicação aumentativa e alternativa. 

VI Simpósio de Educação Inclusiva e Adaptações (SEIA)
IV Simpósio Internacional de Educação a Distância (SIEaD

Eventos presenciais:
21 a 24 de maio de 2017
Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp
Presidente Prudente - SP

Etapa virtual: 
11 e 12 de maio de 2017
Duas palestras transmitidas online

Inscrições e submissão de trabalhos: sigeve.ead.unesp.br/siead2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário...