Pular para o conteúdo principal

Unesp realiza simpósios de Educação Inovadora e Inclusiva

Unesp realiza simpósios de Educação Inovadora e Inclusiva

Eventos debatem educação a distância, práticas educacionais mediadas por tecnologia e educação especial em uma perspectiva de inclusão

    A Universidade Estadual Paulista (Unesp) está com inscrições abertas para dois eventos integrados sobre Educação Inovadora e Inclusiva. O VI Simpósio de Educação Inclusiva e Adaptações (SEIAe o IV Simpósio Internacional de Educação a Distância (SIEaD) acontecerão, simultaneamente,  entre os dias 21 e 24 de maio, em Presidente Prudente, no interior paulista, nas dependências da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Unesp. 

     Além dos seminários presenciais, haverá uma etapa virtual, com transmissão ao vivo e online de duas palestras de pesquisadores internacionais, nos dias 11 e 12 de maio.  Os simpósios são organizados pelo Centro de Promoção para a Inclusão Digital, Educacional e Social (CPIDES) e pelo Núcleo de Educação a Distância (NEaD) da universidade.

     Especialistas do Brasil e do exterior ministrarão cursos de curta duração, oficinas e palestras e participarão de mesas-redondas. Estudantes e profissionais da área terão a possibilidade de vivenciar e compreender novas estratégias educacionais. Também poderão conhecer, analisar e discutir as atuais abordagens políticas, científicas, gerenciais e de ensino e aprendizagem.

     Até o dia 20 de fevereiro, interessados poderão submeter trabalhos para apresentação nos formatos de comunicação oral ou pôster. Ao final dos eventos presenciais, os melhores trabalhos serão premiados com a entrega de um troféu e a publicação na revista eletrônica do NEaD/Unesp, a InFor – Inovação e Formação.  As inscrições e submissões devem ser feitas no site sigeve.ead.unesp.br/siead2017

Educação Especial e Inclusiva

     O propósito do VI Simpósio de Educação Inclusiva e Adaptações é viabilizar o diálogo sobre a Política Nacional de Educação Especial na perspectiva da Educação Inclusiva, promulgada em 2007 pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) do Ministério da Educação (MEC). “Incluir é considerar a diversidade humana e valorizar as diferenças. Isso significa que, para a real participação e aprendizagem de todos no ambiente escolar, é necessário oferecer não apenas o acesso ao sistema, mas os meios e métodos mais adequados a cada estudante para o aproveitamento total do que é oferecido”, pondera a professora Elisa Tomoe Moriya Schlünzen, coordenadora do CPIDES e líder do grupo de pesquisa Ambientes Potencializadores para Inclusão da FCT/Unesp.  

     Os meios e métodos citados pela especialista são temas do seminário, com orientações para o desafio da implementação, adequação e aprimoramento das políticas federais nos âmbitos estadual e municipal. Especialistas mostrarão técnicas para acessibilidade, o ensino e a aprendizagem dos estudantes público-alvo da educação especial (pessoas com deficiência, com transtornos globais do desenvolvimento e com altas habilidades/superdotação).  “Vamos abordar práticas pedagógicas específicas para facilitar o desenvolvimento e interação social desses alunos. E explorar o uso de diferentes recursos de Tecnologia Assistiva, inclusive em Ambientes Virtuais de Aprendizagem empregados na Educação a Distância”, informa a professora.

Educação a Distância e mediada por tecnologias

     Os dois eventos ocorrem concomitantemente porque estão estreitamente relacionados. A Educação a Distância e o uso educacional das tecnologias digitais reduzem barreiras espaciais e temporais; estimulam e potencializam a articulação de conhecimentos interdisciplinares; valorizam a interação, colaboração e autoria durante o processo de aprendizagem.  O IV Simpósio Internacional de Educação a Distância objetiva formar os educadores para o domínio desses conhecimentos com uma visão inclusiva. “Os novos modelos de comunicação quebraram paradigmas e exigem a reestruturação dos processos educacionais de todos os estudantes, inclusive do público-alvo da educação especial”, ressalta o professor Klaus Schlünzen Junior, coordenador do NEaD. “Do ponto de vista da inclusão, é impossível deixar de lado a possibilidade de ensinar sem exigir deslocamento físico, que muitas vezes é um problema para pessoas com deficiência, ou de propiciar maior acesso a materiais didáticos por meio de tecnologia assistiva no meio digital, como legendas e audiodescrição em vídeos educacionais”, defende.

     Entre os temas do simpósio, estão: Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação, o smartphone como ferramenta didática, aprendizagem baseada em problemas, aprendizagem  orientada por projetos, gamificação  e comunicação aumentativa e alternativa. 

VI Simpósio de Educação Inclusiva e Adaptações (SEIA)
IV Simpósio Internacional de Educação a Distância (SIEaD

Eventos presenciais:
21 a 24 de maio de 2017
Faculdade de Ciências e Tecnologia da Unesp
Presidente Prudente - SP

Etapa virtual: 
11 e 12 de maio de 2017
Duas palestras transmitidas online

Inscrições e submissão de trabalhos: sigeve.ead.unesp.br/siead2017

Comentários

> Mais acessadas

PROTEÍNAS E SUAS ESTRUTURAS: Secundária, Terciária e Quaternária.

As proteínas são as macromoléculas constituídas por unidades, chamadas de aminoácidos, 20 tipos básicos, e concluem cerca de 50% do peso seco das células. Existem diversos tipos de proteínas, sendo essas especializadas em alguma função biológica. A complexidade das proteínas depende da posição e quantidade dos aminoácidos ao longo da sua cadeia, fazendo com que elas de diferenciem uma das outras e assim determinando suas respectivas funções.Os aminoácidos que estão presentes nas proteínas se encadeiam pelas ligações peptídicas. Uma ligação peptídica é a união do grupo amina (-NH2) de um aminoácido com o grupo carboxila (-COOH) do outro aminoácido, formando uma amida, liberando uma molécula de água.Como as proteínas possuem uma grande variedade de funções são divididas em Estruturais e Dinâmicas.Estruturais: por exemplo, o colágeno e elastina que promovem a sustentação estrutural da célula e dos tecidos;Dinâmicas: transporte (ex: hemoglobina), defesa, catálise de reações…

Principais atividades humanas responsáveis pela emissão de gás carbônico

2ª Jornada Técnica Festa das Flores

Festa das Flores mais uma vez com jornada técnica ... Quem se interessar, segue a programação: