Transplante de pele

 Como os estoques do banco de pele da Santa Casa da Misericórdia de Porto Alegre seriam insuficientes para atender pacientes da tragédia em Santa Maria, uma força-tarefa foi organizada de forma emergencial para levar à capital gaúcha uma série de doações para reforçar o banco. O fato despertou a atenção da população para um procedimento até então pouco conhecido: o transplante de pele.

Com o objetivo de reduzir o risco de infecção, aliviar a dor, ajudar na cicatrização de feridas e queimaduras e reparar tecidos, os enxertos podem ser feitos com pele da própria pessoa ou de outro ser humano, segundo explica o chefe do serviço de cirurgia plástica da Santa Casa, Pedro Bins Ely."

Para ver a matéria toda acesse: http://clicrbs.com.br/anoticia/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a4040364.xml&template=4187.dwt&edition=21364&section=1210



Achei interessante quando, foleando as páginas do jornal, vi  a reportagem da qual tirei este trecho acima. E como temos a internet como ferramenta de informação, não custa realçar o tema no blog.

Comentários

Postagens mais visitadas